O ESCRITÓRIO

 

HISTÓRIA

No ano de 2012, nasce um projeto: mudar o modelo de produção dos escritórios de advocacia que, apesar de selecionar, contratar ou associar pessoas com vocação e interesse na atividade intelectual e científica qualificada, as expõe a rotinas verdadeiramente industriais de trabalho. Um impasse: trabalha-se para aprender, mas nem sempre se aprende para trabalhar.


Na experiência de alguns integrantes deste projeto – que é a costumeira experiência do mercado da advocacia maciça das grandes capitais –, nota-se que muitos profissionais, pregressa ou presentemente, têm que fazer do 

cotidiano uma escolha e um difícil exercício de equilíbrio entre pesquisa, desenvolvimento técnico ou científico e os trabalhos da advocacia.


Nosso projeto, de modo prático, estuda os movimentos e índices sobre o uso de horas trabalhadas e sua correspondência com a possibilidade ou capacidade de produção técnica de melhor valor agregado, propondo um modelo com alguma racionalidade. Em suma: as cargas horárias de todos os profissionais devem ser personalizadas, pois não se pode dissociar, por exemplo, a atividade do advogado que produz cientificamente na sua área, de um lado, da sua atividade aplicada à advocacia, de outro. Afinal, para todos, o dia tem somente 24 horas.


Assim, nasce do projeto um escritório, que permite que cada um dê o melhor de si para a integridade de seu exercício profissional, sem ter que abrir mão de sua dedicação acadêmica: é o equilíbrio. O resultado é o cliente atendido e a atualização intelectual constante e preservada.

 

PREMISSAS, CONCEITOS E CIRCUNSTÂNCIAS

Bergamaschi e Bozzo Sociedade de Advogados é de fato um escritório jovem, tendo sido fundado em 2012. Contudo, ele não começou do zero.


Naquele momento, já dispúnhamos de hábeis advogados que sabiam, desde o início, o que e como fazer na advocacia. Também tínhamos uma grande demanda: como exemplo, em nosso primeiro ano já trabalhávamos em um dos maiores casos de recuperação judicial no Brasil, o de uma companhia com débito da ordem de um bilhão de reais (cerca de quinhentos milhões de dólares na época).


O escritório é fundado em certas premissas, conceitos e circunstâncias, que moldam nossa estrutura com o objetivo de atender nossos clientes com excelência. Em nossa opinião, um serviço excelente é prestado por meio do efetivo controle do conhecimento jurídico e pela construção de um plano customizado e individualizado para cada cliente.


O processo de construção desse plano inclui estudo, avaliação e desenho da plataforma de serviços legais que será usada para prestar os serviços contenciosos ou consultivos dos quais o cliente precisa.


As premissas de nossa firma incluem a integração de profissionais que, além de exercerem uma (muito boa) atividade advocatícia, são pesquisadores universitários e também estão ligados a atividades de ensino em direito nas universidades.


Esta premissa vem da ideia de que apenas títulos universitários, como mestrado e doutorado, quando dissociados de pesquisa permanente, não correspondem propriamente ao nosso objetivo.


Outra premissa obrigatória é que cada membro deve dominar efetivamente, em nível avançado, uma língua além do inglês e de sua língua nativa ou, quando ainda não o façam, provemos os meios e exigimos que eles desenvolvam essa competência.


Nós também planejamos em conjunto e fomentamos os estudos de nossos membros em cursos de pós-graduações genéricas ou específicas em universidades nacionais e estrangeiras que tenham reconhecimento e respeito internacionais.


Sobre nossos conceitos de trabalho: baseamo-nos em alianças técnicas com outros escritórios de advocacia e empresas de consultoria focadas em algum conhecimento específico. Nossos parceiros são escolhidos com base em sua competência, sob o sólido formato de joint-ventures, na forma de gerenciamento direto ou indireto do outsourcing.


Isso significa que nós não repetimos aquelas estruturas que, no mercado de escritórios de advocacia, geram mais custos do que soluções.


Quando necessário, nós também contamos com a integração temporária de professores e experts aos quais temos acesso pela nossa network pessoal e pelo contato diário de cada membro com a Universidade de São Paulo e seus professores.


Nós também fomentamos a produção científico-acadêmica dentro de nosso escritório. De fato, muitos dos nossos casos trouxeram-nos temas que acabaram se tornando artigos científicos.


Nesse contexto, nós temos desenvolvido pesquisas sobre processo civil e administrativo (áreas particularmente importantes no sistema legal brasileiro), assim como na área de contratos públicos e privados, incluindo legislação regulatória, além de pesquisar recuperações judiciais e extrajudiciais.


Por fim, algumas circunstâncias estão a favor do desenvolvimento de nossas atividades.


A primeira delas é que o escritório está baseado em São Paulo, uma metrópole de 20 milhões de pessoas, que centraliza boa parte da indústria e dos agentes econômicos de nosso país.


A segunda circunstância é que possuímos boas alianças técnicas que podem nos auxiliar em casos em andamento no Superior Tribunal de Justiça e no Supremo Tribunal Federal, ambos situados em Brasília.